O CURRICULO SOCIAL NA PEDAGOGIA WALDORF - 27/02/2016, 19h

Palestra Inaugural do curso "A Poética da docência no Brasil"


Auditório da Fábrika
Rua Fernando Amaro 60, Alto da XV - Curitiba PR


Data: 27 de fevereiro de 2016,  às 19h


***ATENÇÃO*** - Palestra já realizada


Compartilhando os fundamentos da Pedagogia Social e contextualizando as questões sociais para descortinar as barreiras das ações individualistas. Ajudar a ver sentido na vida em comunidade, confiando nas relações humanas, segundo a Antroposofia. veja descrição mais detalhada abaixo.

R$20,00
Descrição
Detalhes

Palestra Inaugural do curso "A Poética da docência no Brasil"

Auditório da Fábrika
Rua Fernando Amaro 60, Alto da XV - Curitiba PR

Data: 27 de fevereiro de 2016,  às 19h

Ute Craemer concluiu seu seminário em Pedagogia Waldorf na Alemanha em 1969 e em 1971 começou a lecionar no Escola Higienópolis (atual Escola Waldorf Rudolf Steiner). Sua preocupação em criar uma ponte entre as diferentes realidades socioeconômicas brasileiras sempre esteve presente.

Este foi um processo que cresceu de forma gradual e orgânica até culminar com a fundação da Associação Comunitária Monte Azul em 1979. Sua motivação inicial tinha uma dupla finalidade. Permitir que alunos com uma melhor condição econômica se integrassem mais no Brasil e desenvolvessem suas habilidades sociais, ao mesmo tempo em que, ajudaria as crianças da favela a se desenvolverem melhor.

Hoje a Monte Azul atua em três favelas na zona sul de São Paulo, possui mais de 260 empregados e recebe 70 voluntários por ano. Além de uma Escola Waldorf, a Monte Azul engloba berçários, ambulatório, centro cultural, hortas orgânicas e diversas outras oficinas.

Todo o trabalho busca resgatar e valorizar tradições culturais locais, fortalecendo a autoestima das pessoas. Isso pode ser identificado também na gestão participativa e horizontal, onde todos reunem-se regularmente e tem voz ativa nas decisões comunitárias.

--------
"A meu ver a motivação para qualquer trabalho depende do desenvolvimento interior da pessoa; parcialmente esse caminho é consciente, e, parcialmente, subconsciente. A motivação se desenvolve e se enriquece conforme nós nos desenvolvemos e nos enriquecemos interiormente. Um trabalho social executado aos vinte anos de idade poderia basear-se numa motivação menos ampla. Depois de uns vinte anos de atividade, no campo social, a pessoa enfrenta seu trabalho com mais clareza e compreensão."

"Qualquer sistema, instituição ou meio ambiente são feitos por homens, a transformação do caos social, ecológico e humano, num mundo mais equilibrado, se realizará através de um esforço de cada ser humano: a mudança exterior se fará através de um caminho interior. Mas não há dúvida de que essa mudança interior será facilitada ou dificultada, pelas circunstâncias exteriores. Existe uma correlação, mas não uma dependência total: o indivíduo atua através das suas faculdades dentro da sociedade, modela-a conforme seus conceitos e sua imagem. A sociedade atua através da sua forma no indivíduo. Conseqüentemente temos que procurar formas de sociedades, formas de convívio e de trabalho que deixam aflorar as forças construtivas do homem, e neutralizem o máximo possível as suas forças destrutivas. Dessa forma, Rudolf Steiner tentou elaborar nas ideias da trimembração do organismo social."
Ute Craemer

Referências
http://www.monteazul.org.br/arquivos/textos/arquivo_6666_20091214081649.pdf
http://www.sab.org.br/portal/antroposofia2/biografias-de-destaque-no-brasil/100-ute-craemer
https://en.wikipedia.org/wiki/Associa%C3%A7%C3%A3o_Comunit%C3%A1ria_Monte_Azul